Rádio Barcelos Rádio Barcelos Sobre nós

Sobre nós

A primeira estação portuguesa de rádio a Rádio Hertz, fundada por Fernando Medeiros, em 1914, mas as primeiras emissões radiofónicas regulares só iniciaram 1925.

Em 1933, realizam-se as primeiras emissões experimentais da cuja inauguração oficial ocorre A1 de Agosto de 1935 é inaugurada a Emissora Nacional e em 1937 começa a emitir a emissora católica Rádio Renascença.

Estava-se já na década de 80, quando a radiodifusão, enquanto meio de comunicação social de massas, atinge um enorme desenvolvimento. Nessa década surgem as rádios locais piratas que proliferam como "cogumelos". Face a este fenómeno, o Estado vê-se obrigado a legislar para reordenar o espaço radiofónico, considerado um meio escasso.

Em 1989, o Governo abre concurso público para a atribuição de alvarás às rádios locais, sendo autorizadas a emitir 314 estações. Enquanto o concurso decorre, as estações "piratas" são obrigadas a cessar as suas emissões.

A empresa Publicelos – concorre a uma das duas frequência disponíveis para o concelho Barcelos e obtém o primeiro lugar e fica a emitir nos 91.9 FM - com o alvará de radiodifusão nº que lhe confere uma potência de emissão de 200 KW.

A Rádio Barcelos – assim se designa oficialmente – teve como 1ª director José Barroso – um prestigiado e experiente quadro da Antena 1.

Os estúdios foram instalados no Centro Comercial Bolivar (onde ainda hoje se encontram) e seu centro emissor foi colocado no cimo do Monte do Facho.

A Rádio Barcelos Rapidamente ganha notoriedade e atinge audiências que a fazem distinguir no concelho e em toda a região.

Entretanto vai adaptando-se às novas realidades: informatiza-se, automatiza-se mas mantém sempre a característica de Rádio generalista de grande proximidade com os seus ouvintes.

Essa "virtude" faz com que a Rádio Barcelos continue a ser líder no concelho de Barcelos e em toda a região do Vale do Cávado, e tenha uma posição muito destacada na Grande Região do Litoral Norte, conforme se pode confirmar pelo mais recente estudo do Índice Bareme da Marketest (2011/2012).

Estes resultados só são possíveis porque vocês nos continuam a ouvir, a motivar e a incentivar. Muito obrigado.

No Ar!

Newsletters

Farmácias de Serviço